Pular para o conteúdo

Palavra do Presidente


Com a Palavra, o Presidente.

Caros membros da International Police Association Brasil Section – IPA Brasil.

       Ao adentramos este mês de agosto de 2019, para nós membros da IPA no Brasil o  quarto mês do “Ano Phoenix III”, ou seja, da reengenharia total que a entidade vem sofrendo, é sempre um misto de satisfação com preocupações. Satisfação ao festejar as sucessivas vitórias de nosso projeto com amigos, colegas e parceiros. Porém, ao tentar olhar os dias vindouros e entender o que deverá ser feito diante dos objetivos de gestão, é difícil dizer que conseguimos nos furtar de certo temor, uma vez que diante de dificuldades (em previsão) não são tão simples quanto a desejamos.

       Iniciamos o presente mês com a inauguração da nova Sede da IPA no Brasil, ou seja, a Sede Nacional sita em Brasília/Distrito Federal, capital do País. Foi gostoso ver a sua beleza e localização, além da satisfação dos colegas, pois finalmente, vencendo mais uma etapa do Plano de Gestão Estratégico da reengenharia da Entidade Nacional, finalmente possuímos uma Sede em um nível que possamos receber os associados e membros internacionais. Não me furtei de olhar o que já foi executado neste primeiro semestre e conclui que mantendo este ritmo de trabalho o objetivo de nosso projeto será alcançado antes dos prazos a nós propostos. Fiquei feliz pois já não nós damos direito a ter me do de fazer, e estamos fazendo e fazendo bem feito. Neste diapasão trago uma mensagem que a transcrevo neste momento como sendo uma mensagem desta presidência, é lógico, com a devida autorização para tal.


       Dizem que antes de um rio entrar no mar, ele treme de medo. Olha para trás, para toda jornada que percorreu, para os cumes, as montanhas, para o longo caminho sinuoso que trilhou através de florestas e povoados, e vê à sua frente um oceano tão vasto, que entrar nele nada mais é do que desaparecer para sempre. Mas não há outra maneira. O rio não pode voltar. Ninguém pode voltar. Voltar é impossível na existência. O rio precisa se arriscar e entrar no oceano. Somente ao entrar no oceano o medo irá desaparecer, porque não se trata de desaparecer no oceano, mas de tornar-se o oceano”. (Khalil Gilbran)

E concluo a mensagem dizendo que "o nosso oceano é possível". Então, 

       Transcorreremos este resto do ano de 2019 como um período chave para a reengenharia total que a IPA no Brasil vem desenvolvendo, e iremos seguir para o fechamento desta reengenharia programada, na qual almejamos que a IPA no Brasil solidifique-se na sua totalidade e adentre ao oceano da IPA no Mundo como um rio invejável e necessário a esta Associação Internacional de Policiais (IPA).

       Ensejo a palavra, conclamando-o que neste ano necessitaremos, mais do que nunca, que Você, membro da IPA no Brasil, deposite algumas gotas de Vosso suor e certo tempo de Vossa vida, em prol da cimentação da nossa nova IPA no Brasil, pois é chegado o momento decisivo dos trabalhos e a Vossa participação será precípua. Não aguardem nosso chamado e não se furtem de integrar e ser um dos tijolos destes pilares que se formam para uma representatividade de nossa classe policial brasileira não só em nível nacional, mas principalmente em nível internacional, pois somos o Brasil. Vida longa à IPA no Brasil. 

“Servo Per Amikeco (Serviço Através da Amizade)”.
                                                                                                                                       

Joel Zarpellon Mazo

                                                       Presidente da IPA Brasil


                                                                                                          
                                                                                                                               Joel Zarpellon Mazo
                                                                                                                           Presidente da IPA Brasil